Os 10 Fundamentos do Estado Totalitário

R. J. Rushdoony

  1. O primeiro dever de todo estado é proteger o estado, não o povo.

  2. Outros estados são inimigos ocasionais; o povo é um inimigo contínuo.

  3. O objetivo da tributação é o confisco, o controle, a redistribuição da riqueza, o controle, o apoio ao governo civil e o controle.

  4. Todas as etapas para aumentar o poder do Estado devem ser feitas em nome do povo, mas no processo o povo deve ser usado e sua liberdade retirada

  5. A liberdade é perigosa, os controles são bons.

  6. A liberdade deve ser redefinida; é o direito de ser moralmente frouxo e irresponsável, mas a moralidade cristã é escravidão social.

  7. As crianças são propriedade do estado.

  8. As duas maiores fontes do mal são a igreja e a família.

  9. O único mundo é o mundo; não há Deus, nem céu, nem inferno.

  10. Tudo o que o estado opera e faz é bom, em todas as esferas, educação, guerra, paz, gastos e assim por diante. O que é “público” ou estatista é bom; o que é “privado” é ruim.